É fato que ainda estamos no início de Agosto e que toda aquela promessa de que dessa vez eu vou economizar acontece em todo ano novo, mas e se a gente fizesse diferente de vez em quando? Ajudaria, não?

É fato que início de ano fica "mais fácil" economizar, já que começamos o ano com todo aquele pensamento positivo de que esse ano vai, mas na verdade, economizar dinheiro não é um bicho de 7 cabeças assim, basta se organizar e uma hora acontece. 

O que fazer de início? 
Bem, primeiro comece pensando no que você quer fazer, o que está fazendo você querer economizar dinheiro. É uma viagem? Quer trocar de carro ou de casa? Está pensando em se casar? O primeiro passo é o mais óbvio, pesquise quanto isso vai custar, não sabe exatamente? Tenha pelo menos a média do valor. Pronto, o primeiro passo você já deu, agora que você sabe exatamente o que você quer, fica mais fácil saber como você vai economizar.

Quanto dá pra guardar?
Essa é uma das partes mais difíceis de guardar dinheiro, todo mundo sabe que quanto mais você tem, mais você gasta e deixar de fazer algo para economizar ou assim que pegar seu dinheiro já tirar uma parte para guardar, mas é algo que temos que fazer se a intenção é realmente economizar e guardar dinheiro para nosso objetivo. 
Para isso, anote em um caderno ou faça uma planilha se você é da era hitech todos os seus ganhos, seja seu salário, dinheiro do freelance ou qualquer dinheiro que vai entrar, e também seus gastos fixos, como água, luz, telefone, aluguel.. aquilo que realmente não tem como deixar pra lá. Dessa forma, você terá total controle sobre o seu dinheiro e saberá quanto você pode economizar, dá pra guardar pelo menos 20% do seu salário? Se sim, ótimo, se não, guarde o quanto você conseguir e não desista.

É preciso que haja algumas mudanças, sim!
Não tem como começar a guardar dinheiro sem que algumas regalias sejam eliminadas de seus hábitos, não é? Aquele cinema todo fim de semana, pode muito bem ser em 1 ou 2 fim de semana no mês não é? Além disso, é necessário mesmo comprar pipoca e refrigerante? E caso não abra mão (como eu), que tal dividir com o boy ao invés de comprar uma pipoca pra cada? Compras no shopping são realmente necessárias? Não dá pra ficar pelo menos 1 mês sem comprar roupas? É dificil? SIM! Mas sem mudanças, jamais haverá um dinheiro guardado, não é?

 Abrir uma poupança ou ter um cofre?
Guardar dinheiro em casa nunca é uma boa opção. Afinal, quando o calo aperta, corremos atrás do que está mais acessível não é? E ter um dinheiro guardado no fundo da gaveta, de fato, é tentador demais! Isso quer dizer então que a melhor saída é realmente abrir uma poupança? Não! Não foi isso que eu disse, eu disse que ter um dinheiro guardado no fundo da gaveta é bem tentador, mas e que tal um cofre? Sim, afinal, você coloca o dinheiro lá e só pode pegar se quebrar o cofre, ok, não é mais assim, mas a vontade de pegar o dinheiro é muito menor, e abra também uma poupança, dessa forma, você terá dois lugares para guardar dinheiro.

Espero ter ajudado pelo menos um pouco! <3 

Começo esse post me desculpando pela ausência, mas vários fatores me levaram isso, mas o que realmente importa é que estou de volta e pra valer!
 
De olho no Casando sem Grana, encontrei um artigo muito interessante e colocarei ele aqui hoje, lembrando que todo o texto aqui na postagem é de direito autoral do Casando sem Grana, estou apenas repassando informações de fato importantes.
 
Para quem não sabe, o artigo 1.639 do Código Civil Brasileiro diz que os noivos têm direito de escolher o regime de bens que desejarem antes da celebração do casamento. Existem 4 Regimes de Bens no Brasil: a Comunhão Parcial de Bens, a Comunhão Universal de Bens, a Separação de Bens e a Participação nos Aquestos.
 
Mas Camila, qual a diferença deles e como escolher qual eu quero? É simples, basta sentar com seu parceiro (a) e decidirem juntos o que mais agrada e para isso, aqui vai a explicação de casa Regime de Bens:
 
Comunhão Parcial de Bens: é o regime de bens mais comum no Brasil. Por causa disso, não é necessário elaborar um Pacto Antenupcial para escolhê-lo. Neste regime, somente os bens que o casal adquirir durante o casamento pertence aos dois. Os bens que foram adquiridos antes do casamento pertencem ao respectivo cônjuge. Também pertencem a um cônjuge só quando o bem for herdado.

Quando o Regime de Bens, que não seja o da Comunhão Parcial de Bens, for escolhido pelos noivos, é necessário que seja elaborado um Pacto Antenupcial. Para que isso aconteça, os nubentes deverão se dirigir ao Cartório de Registro de Títulos e Documentos de sua cidade e elaborar uma Escritura Pública, declarando a vontade de escolher outro tipo de Regime de Bens que não seja o comum.

Comunhão Universal de Bens: este regime foi o mais comum no Brasil até o ano de 1.977 quando foi publicada a Lei do Divórcio. Neste caso, todos os bens dos cônjuges são dos dois quando se casarem, inclusive as dívidas (cuidado, pessoal!).

Separação de Bens: neste regime, mesmo quando estiverem casados, os bens adquiridos na constância ou não do casamento serão de cada cônjuge, ou seja, o que é de um é só de um e o que é do outro é só do outro.

Participação Final nos Aquestos: este caso foi uma inovação do Código Civil Brasileiro de 2.002 que suprimiu o Regime Dotal. Neste Regime, os bens que os cônjuges possuíam antes do casamento e aqueles que adquiriram após o mesmo permanecem próprios de cada um, como se fosse uma Separação Total de Bens. Porém, se houver a dissolução do casamento (divórcio ou óbito), os bens que foram adquiridos na constância do casamento serão partilhados em comum.

Caso o casal, durante a vigência do casamento, queiram alterar o Regime de Bens escolhido, é necessária autorização judicial por ambos os cônjuges.

E vocês, já escolheram seu Regime de Bens ideal? Conte aqui qual foi e o motivo da escolha! ;)

Quanto tempo, hein? 
Estou ajeitando tudo por aqui para trazer conteúdos maravilhosos sobre um assunto que me encanta e enche meu coração de alegria.. Vocês já devem ter percebido pelo novo layout, mas vou falar mesmo assim.. Estou planejando meu casamento, e entre compromissos de noiva (desempregada) e universitária eu vou tentando me virar por aqui com ideias e maneiras de economizar e fazer com que o meu Casamento seja do jeito que sonhei.. Ah, e uma novidade.. 

O vestido eu já tenho! ♥